sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

E QUEM É O ARTISTA?!...





Gilles Deleuze (um filósofo francês contemporâneo que virou mania nas rodas de discussão de intelectuais e de pseudo-intelectuais!) afirma, em sua proposta filosófica denominada "filosofia do acontecimento",  que a função do artista é produzir sensações. Os afetos e sensações são a nossa relação mais direta com o mundo, pois se estabelecem a partir de percepções da realidade. E, como artífice das sensações, o artista tem em suas mãos o mundo como matéria-prima e, no expectador, o seu campo de ação.



Independente de possibilidades de explicação ou interpretação, a arte põe o homem em contato com o mundo. Enquanto as ciências diversas desdobram-se em tratados e constroem conceitos para representar e explicar a realidade, o artista sente, transforma suas sensações e impressões em expressão e faz os outros seres humanos sentirem... partilha conosco a intuição do instante e da existência.



A Ciência medeia o mundo através da observação, da experimentação, da análise e da síntese; a Filosofia, através do raciocínio e da argumentação... a Arte, por sua vez, utiliza-se da mais poderosa ferramenta: a intuição. E a intuição nos coloca em contato direto com o mundo. Assim, o artista produz uma abertura para a realidade que, mediante outras formas de apreensão, tal como a ciência, por exemplo, não se conseguiria chegar. Aqui, vale uma menção a Frei Betto: “todo artista é um clone de Deus” (A Obra do Artista)... e a arte? Mais do que uma tentativa de imitação do mundo... constitui-se na criação de um novo mundo!

Um comentário:

Paula Laranjeira disse...

ACABEI DE DEGUSTAR ESTE TEXTO...delícia..!!!
bj